Os projetos voltados para interiores tem como objetivo casar todas as funcionalidades de um local em prol do conforto e do design.

É a elevação ao máximo desses fatores para que juntos entreguem uma ótima relação custo benefício e que seja efetiva para a demanda das pessoas que terão contato constante com aquele interior.

Pode ser voltado tanto para o ramo residencial quanto para o ramo de empresas e indústrias. Um projeto desse porte requer muita atenção em vários pontos, vamos entender um pouco melhor como funcionam esses projetos.

Projetos de interiores

Os projetos de interiores precisam ser divididos em várias etapas para que uma se interligue de maneira adequada a outra e exista uma comunicação entre todo o ambiente. Iremos ver um pouco melhor sobre cada um desses pontos.

Layout

Essa é a primeira etapa, consistindo inteiramente em entender qual a necessidade do cliente, qual o aporte financeiro, qual o mobiliário e como deverá ser aplicado.

É a parte mais crucial do projeto pois será dele que saíra todas as métricas necessárias para se entender a amplitude do projeto. Vale ressaltar que é importante entender bem o cliente, sua rotina e gostos para poder criar um local que atinja as expectativas.

Projeto Luminotécnico

Essa parte do projeto se divide entre escolher alguns quesitos como:

  • Pontos de iluminação;

  • Luminárias;

  • Tipos de lâmpadas;

  • Interruptores.

Dentre outros tipos de materiais. O mais interessante do serviço de designer de interiores é o posicionamento estratégico de praticamente tudo.

Inclusive da iluminação, uma das partes mais essenciais para passar um conforto visual as pessoas naquele ambiente. É preciso se atentar ao posicionamento de cada lâmpada, na potência e brilho de cada coisa.

Projeto de gesso

O gesso, também conhecido como drywall, tem feito um papel ativo na arquitetura de interiores, isso porque é um material extremamente barato, resistente, bonito e de fácil manuseio.

Um exemplo disso é a facilidade na manutenção da rede elétrica que esse tipo de material entrega, tendo alçapões que dão direto para os painéis de manutenção da rede elétrica.

Outro benefício que vale ressaltar é que para fazer manutenção na própria parede é bem simples, onde em caso de algum amassado ou até algum dano no material, é possível fazer a substituição daquela parte sem muitos problemas.

Então caso o cliente se preocupe, por algum motivo, em danificar a estrutura, o gesso é altamente recomendável.

Projeto de móveis

Essa é, normalmente, a etapa onde os clientes tem a participação mais ativa.

O designer responsável irá recomendar uma paleta de cores que irão casar com todos os projetos estruturais, e dentre essa gama de possibilidades o cliente irá optar por certos equipamentos com aconselhamento sempre vivo do seu designer.

Essa composição de móveis será feito de forma detalhada e não só buscando a questão estética mas também tentando trazer móveis que aumentem o espaço vivo do ambiente, que trazem vivacidade e racionalize de forma correta esse espaço.

Projeto de paisagismo

O paisagismo já é, por si só, um projeto extremamente grande. Sendo um dos projetos complementares mais importantes para que a estética fique perfeita.

Que as cores se comuniquem e que o ambiente apresente a paisagem a qual o cliente demandava no início, sendo um trabalho árduo de pesquisa minuciosa para encontrar os possíveis defeitos no ambiente e tentar corrigi-los antes do projeto estar pronto, o que dificulta muito as mudanças.

Orçamento

Em todos os projetos de arquitetura é imprescindível entregar o que o cliente quer, mas é ainda mais importante entender e respeitar o seu orçamento.

Tentando sempre pesquisar quais peças serão de real importância e merecem um investimento a mais e onde dá para economizar e direcionar a verba, é um trabalho de organização financeira com o intuito de tornar o ambiente ainda mais propício para o cliente, pensando nas suas necessidades mais urgentes dentro do ambiente.

Conclusão

A forma com que o projeto irá acontecer depende muito do designer e das opiniões do cliente, e podem mudar de pessoa para pessoa. Interiores são a parte aconchegante da casa.

Onde os moradores irão passar a maior parte do tempo, é preciso pensar em cada detalhe, como abordamos aqui, da iluminação até na produtividade de cada mobília.

Ter um designer de confiança faz toda a diferença na hora da aplicação de um projeto desse porte.