Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, o serviço de demolição é uma tarefa bastante complexa, a qual precisa ser feita com o máximo de cuidado possível, afinal, esse é um trabalho com grandes riscos de acidentes.

Comumente, se contrata uma empresa demolidora quando é preciso derrubar antigas estruturas que existem em um local. Na maior parte das vezes, a demolição é contratada para ampliar um espaço ou para substituir uma construção por outra mais nova.

Pensando nessas questões, o texto a seguir irá mostrar o que ocorre em uma demolição e quais são as máquinas utilizadas neste procedimento.

No que consiste o serviço de demolição?

Demolir algo nada mais é do que destruir, porém, de uma maneira bem calculada e medida.

Por essa razão, a demolição é um dos serviços mais recorrentes dentro da construção civil. Isso demonstra a sua importância, tendo em vista que, em muitos casos, é necessário demolir construções que apresentam algum risco de desabamento.

Para essa tarefa, ao se contratar empresas de demolição em SP, elas podem utilizar três tipos principais de demolição: a mecânica, a manual e a com explosivos.

1) A demolição mecânica

Em primeiro lugar, temos este tipo de demolição, caracterizada pelo uso de ferramentas mecânicas para que seja realizada a retirada ou a destruição de elementos de uma construção (ou da construção inteira).

Para esse trabalho, é preciso utilizar equipamentos como:

  • Máquinas de médio porte;
  • Carregadeira;
  • Martelos pneumáticos;
  • Escavadeiras;
  • Guindastes.

Enquanto alguns equipamentos, como os martelos pneumáticos e as escavadeiras, são utilizados quase que exclusivamente para a derrubada de pilastras, muros, etc, outros servem para a remoção de todo o entulho que restou.

Nesse caso, é feito o serviço de içamento por meio de guindastes para a elevação de objetos pesados e pedaços da estrutura derrubada.

Esta tarefa deve ser feita com o máximo de cuidado possível, tendo em vista que algumas cargas podem apresentar instabilidade.

Portanto, tanto a demolição quanto a remoção precisa ser realizada por empresas qualificadas, especializadas e com qualidade no seu serviço de desconstrução e içamento de carga.

De qualquer modo, a demolição mecânica é muito utilizada para a retirada parcial ou total de lajes de concreto, paredes, pisos cerâmicos, elementos de estrutura metálica ou de madeira, etc.

A principal vantagem desse tipo de demolição é que ele garante uma grande rapidez durante a execução do trabalho, menor quantidade de mão de obra e serviço relativamente mais barato.

2) A demolição manual

Já a demolição manual consiste na desconstrução por meio de processos manuais. Isso quer dizer que tal demolição é contratada quando é necessário ter um zelo maior pela estrutura trabalhada.

Geralmente, essa necessidade se dá quando é preciso reaproveitar o material que está sendo retirado, garantindo uma demolição sustentável.

Esse é um processo importante quando se deseja reutilizar materiais para que eles não sejam descartados no meio ambiente, evitando, dessa maneira, impactos que degradam a natureza.

Além disso, quando se trabalha com construções antigas e históricas, as quais devem ser preservadas, a demolição manual ocorre de um modo extremamente minucioso.

3) A demolição com explosivos

Por último, tem-se a demolição feita por meio do uso de explosivos, também conhecida como demolição por implosão.

Estes, por sua vez, são utilizados para destruir os elementos de apoio que existem em um prédio, garantindo o desabamento dele.

Essa técnica é comumente usada para se derrubar grandes estruturas dentro de áreas urbanas, como é o caso de pontes, arranha-céus, prédios, entre outras.

Para que a demolição aconteça da melhor maneira possível, a empresa responsável deve realizar um estudo completo de toda a estrutura. Isso porque o local da colocação de explosivos, bem como o tempo que irá durar a implosão, varia de acordo com cada estrutura que está sendo trabalhada.

Portanto, tarefas como identificar os elementos de sustentação principais, tipo de explosivo que será usado, posicionamento destes e a temporização das detonações são atividades empenhadas por esses profissionais.

Ainda falando sobre o trabalho de içamento, este também está presente na hora de fazer a retirada do entulho gerado pelas explosões, o qual costuma ser bastante abundante.

Por essa razão, é preciso contratar uma empresa com experiência na área. É importante notar que esse serviço é diferente do trabalho de remoção industrial, tendo em vista que este possui especificações diferentes.