O revestimento de piso é um detalhe importante quando se trata de um acabamento de um projeto. Por isso, fazer uma restauração de tacos e ter outros cuidados de limpeza e manutenção é uma alternativa para manter a qualidade do piso.

Geralmente, a técnica de restauração é mais comum em pisos de madeira, que naturalmente sofrem maior desgaste com o passar do tempo.

Como se trata de uma técnica mais complexa, a restauração é feita em algumas etapas. As principais consistem na raspagem, no lixamento e na aplicação de resina no assoalho.

Contudo, como há uma variedade grande nos tipos de revestimento, as técnicas de cuidado e manutenção também são variáveis. Vai reformar ou revestir seu piso? Continue lendo e saiba alguns detalhes e cuidados que você deve ter nesse momento.

Restauração de tacos: por que investir?

A manutenção de assoalhos e pisos de madeira de forma geral pode ser um pouco trabalhosa, porém muito benéfica para esse tipo de material.

Como o assoalho sofre bastante desgaste com o passar do tempo ou com impactos do dia a dia, técnicas como a de restauração são uma necessidade.

Além de deixar o piso com cara de novo, esse tipo de técnica eleva a vida útil do revestimento e pode ser uma ótima alternativa para economizar com a troca total do piso. Na prática, a restauração de tacos é uma técnica executada em etapas.

A primeira é a raspagem do piso, feita com máquinas específicas com a proposta de remover o revestimento antigo e aplicar o novo. A segunda corresponde ao lixamento do piso por mais de uma vez. Por fim, a aplicação de resina é uma técnica usada para a recuperação total do revestimento.

Entre as vantagens dessa técnica, algumas se destacam:

  • Prolongamento da vida útil do piso;

  • Renovação do revestimento;

  • Remoção de marcas e manchas;

  • Proteção do revestimento contra novos impactos.

Pintura epóxica

A pintura epóxica é uma técnica que proporciona um resultado firme e duradouro quando a ideia é colorir estruturas metálicas, azulejos, pisos e outros materiais.

Não é por acaso que a técnica tem como diferenciais a resistência a situações como umidade, produtos químicos e abrasão.  Em relação a outros tipos de coloração, a pintura epóxica pode ser até quatro vezes mais resistente.

Isso torna o produto perfeito não só para projetos residenciais como também para pisos industriais. Além de tudo isso, essa tinta se destaca devido à algumas particularidades. São elas:

  • Proteção contra umidade;

  • Redução da infiltração de água;

  • Resultado duradouro.

Diante dessas características, uma das alternativas deste tipo de tinta é colorir o piso antiderrapante.  Nesta situação, a tinta tem uma cor estável, maior durabilidade em situações de variação de temperatura ou agentes químicos e facilidade para higienização.

Ainda sobre esse tipo de piso, é importante destacar algumas características importantes. A versatilidade de cores e formatos é uma delas. Além disso, a segurança e a parte estética do piso também são ótimos diferenciais.

No caso da segurança, o piso antiderrapante é uma opção muito propícia para ambientes industriais ou que contam com a circulação de idosos e crianças.

Iluminação em gesso rebaixado

O gesso é um material muito usado quando a proposta é proporcionar uma decoração mais sofisticada e harmoniosa.  Por isso, esse item também é muito usado no revestimento espaços como o piso e o teto.

Neste contexto, investir em técnicas como a de iluminação em gesso rebaixado é um diferencial. Para que essa parte do acabamento fique iluminada, primeiro o gesso é rebaixado. Em seguida, é possível trabalhar o design deste material para  que a instalação de projetos luminosos seja feita.

Outra vantagem de rebaixar o gesso é a possibilidade de embutir acessórios como a cortina nesse espaço, ocultando detalhes como o varão. Em relação a outros tipos de revestimento, o gesso se destaca porque é um material que oferece vantagens como:

  • Facilidade na hora de limpar;

  • Design personalizado;

  • Alta durabilidade;

  • Facilidade na hora de instalar/fazer manutenção.

Além dos pisos de madeira, gesso, cerâmica ou modelos como o antiderrapante, não dá para esquecer o piso laminado. Na prática, esse modelo se destaca por causa de algumas características.

A proteção contra cupim, a durabilidade e o efeito estético são alguns diferenciais. Independentemente do tipo de piso ou de revestimento, a limpeza periódica e a instalação deve seguir um padrão de qualidade. A partir de todos esses cuidados, a garantia de um piso bem cuidado e resistente é muito maior.