Você sabe o que é domótica? É um termo que une as palavras “robótica” e “doméstica”, referindo-se, portanto, à automação residencial/predial.

Embora a automação industrial já fosse conhecida dos brasileiros há algum tempo, a de tipo doméstico ou predial começou a popularizar-se apenas nos últimos anos.

O que a automação faz é integrar, através da internet e de dispositivos de controle, várias funcionalidades mecânicas ou digitais. Com ela, é possível controlar remotamente a configuração de várias funções da casa.

As mais comumente integradas são:

  • A parte de segurança;

  • As funções de climatização;

  • As opções de iluminação;

  • A parte de ventilação;

  • A parte de limpeza dos pisos;

  • O som ambiente, etc.

Neste post entenderemos quais os impactos positivos que isso traz à vida das pessoas, e como isso tem feito os Imóveis passarem por uma revolução.

Quais as vantagens da automação?

Como dito, a Automação de Residências é uma tecnologia que visa facilitar a vida das pessoas. Ela aumentando a segurança de algumas atividades feitas no lar de qualquer pessoa, bem como a comodidade geral.

Após interligar algumas funções básicas, é possível controlar a rotina através de controles remotos, que são bastante intuitivos, tais como os controles de um televisor.

Ou então controlar tudo através de um keypad, que costuma cuidar da parte de segurança. Ou ainda através de uma tela de tablet, que dispõe de aplicativos facilitadores.

Assim, a parte de segurança, por exemplo, pode ser ativada à noite. Depois de todos estarem dentro de casa, é só configurar o controle central pelo keypad e os alarmes, sensores, câmeras e travas se acionam pela casa toda.

Assim, a automação é capaz de trazer:

  • Agilidade;

  • Segurança;

  • Otimização;

  • Tranquilidade;

  • Conforto, etc.

Além disso, em épocas de violência urbana crescente, a tecnologia tende a auxiliar na sensação de segurança. Com isso situações de estresse e angústia tendem a diminuir.

Como exatamente ela funciona?

Quando se fala em climatização de ambientes, por exemplo, trata-se do controle de ar condicionado. Naturalmente, esse dispositivo é bastante antigo.

O que a automação Residencial faz é integrá-lo em sistemas de controle central, os quais são bem mais recentes e dependem de uma boa conexão de internet, conforme ficará claro adiante.

Outra parte que costuma ser classificada nessa são algumas funções do banheiro. Atualmente é possível, por exemplo, integrar torneiras aquecidas, de modo que o dono de uma casa/apartamento pode acionar sua banheira minutos antes de chegar à sua casa, e ela já vai enchendo “sozinha”.

Também a parte de iluminação mudou bastante. Hoje existem sensores que acendem as luzes quando existe alguém no ambiente, e apagam depois que a pessoa sai.

O som ambiente pode ser configurado para agir mais ou menos da mesma maneira. Bastando ter caixas de som pelos locais em que se deseja ouvir uma música de fundo, e integrá-las nos comandos centrais.

A parte de limpeza pode parecer ainda mais revolucionária: algumas canaletas são instaladas no rodapé. Elas trabalham com sucção, como se fossem aspiradores, e mantêm o local livre de poeira.

O papel do avanço tecnológico

Naturalmente, a Automação de casa depende eminentemente de uma internet de qualidade (vivemos a época em que já se fala do 5G), e da I.A., que é como chamam a Inteligência Artificial.

Hoje, porém, esse tipo de coisa já não assusta. A tecnologia está tão presente na vida das pessoas que os mais novos já não conseguem nem se imaginar sem ela.

E, o que é mais interessante, mesmo os mais idosos (alguns viveram na época em que um telefone fixo era raridade) se adaptam com a maior facilidade, e têm fluência em redes sociais, smartphones e afins.

Isso é importante, pois uma das bases da automação residencial é a funcionalidade. Ela é feita para ser operada por qualquer um.

Sua popularidade deve atingir cidades grandes, mas também cidades pequenas e interiores. Tanto que hoje uma das pesquisas mais recorrentes da internet remete à Automação residencial campinas.

Como garantir a segurança de tudo isso?

Às vezes, a porta de entrada no universo da automação é a segurança nos lares. Após instalar controles, sensores e câmeras em sua casa, e ver a facilidade dessa tecnologia, a pessoa acaba querendo mais.

Além da segurança das pessoas, um ponto interessante é o Seguro residencial. Depois de investir em tanta tecnologia e tornar a casa inteira inteligente, vale a pena pensar nisso.

Os seguros residenciais incluem proteção contra:

  • Incêndios e enchentes;

  • Problemas de rede elétrica;

  • Problemas de rede hidráulica;

  • Roubos e furtos, etc.

Além de que costumam incluir serviços básicos de manutenção. Justamente por isso, com o crescimento da automação, também eles têm sido cada vez mais requisitados.