A preocupação em garantir a segurança deve ser constante nas obras da construção civil. Afinal, é importante proporcionar um ambiente com menores riscos de acidentes para evitar problemas e cumprir a legislação, além de garantir a segurança e bem-estar de todos que frequentam e frequentarão o local.

Entretanto, é comum que os gestores menos experientes tenham dúvidas com relação às formas mais adequadas de proporcionar a segurança nas reformas e construções.

Neste cenário, algumas dicas podem ser úteis para diminuir a incidência de imprevistos, são elas:

  • Evitar equipamentos que podem gerar incêndios;
  • Evitar a entrada de curiosos nas obras;
  • Invista em sinalizações e EPIs;
  • Treine, divulgue e incentive a prevenção de acidentes;
  • Mantenha o canteiro de obras limpo e organizado;
  • Conte com a consultoria de um técnico de segurança.

1. Evitar equipamentos que podem gerar incêndios

Os incêndios são uma causa comum de acidentes em obras, gerando prejuízos como a perda de materiais e colocando a vida de colaboradores em risco.

Assim, atividades a quente, como a solda ou o corte de materiais, devem ser feitas seguindo os procedimentos de segurança.a

Algumas das recomendações são sempre contar com extintores em locais de fácil acesso, desligando os equipamentos após o uso e com a instalação de detector de fumaça, se possível.

2. Evitar a entrada de curiosos nas obras

É bastante comum que crianças, vizinhos e pessoas que passam pelo local tenham curiosidade de entrar nas construções. No entanto, os locais estão repletos de riscos de acidentes e ainda há pessoas que podem tentar roubar materiais.

Por isso recomenda-se um isolamento adequado da obra, evitando a entrada de pessoas não autorizadas. Além disso, a instalação de grades de proteção em áreas consideradas perigosas evitam quedas em buracos ou valas.

3. Invista em sinalizações e EPIs

Canteiros de obras seguros são canteiros bem sinalizados. A proteção da equipe e do público em geral depende de placas indicando as principais medidas de segurança nas obras. Alguns exemplos são as sinalizações recomendando o uso de EPIs (Equipamentos de Proteção individual), como capacetes, óculos de proteção ou botas de segurança.

É importante destacar que é responsabilidade dos empregadores o fornecimento dos EPIs adequados e certificados para as atividades. vale frisar que os equipamentos também devem ser substituídos em caso de desgaste ou quebra.

Outros itens podem ser úteis em casos imprevistos, como a chave storz. A ferramenta é utilizada para facilitar engates de extintores ou hidrantes e costuma acompanhar as mangueiras de incêndio.

4. Mantenha o canteiro de obras limpo e organizado

Os serviços de limpeza nos canteiros de obras são fundamentais e devem ser realizados diariamente, assim como a arrumação de ferramentas e materiais.

Pilhas de materiais e sujeira podem apresentar detritos e aumentar riscos de incêndio, principalmente no manuseio de materiais elétricos em americana SP. Paralelamente, líquidos inflamáveis precisam ser armazenados de maneira segura.

Pode-se dizer que é a maneira mais fácil e acessível de melhorar as condições de segurança no local de trabalho.

5. Treine, divulgue e incentive a prevenção de acidentes

No dia a dia, a prevenção de acidentes depende de uma cultura de cuidados e boas práticas de trabalho. Para que a teoria saia do papel, no entanto, é preciso que os colaboradores se sintam motivados e incentivados para isso.

Especialmente para as atividades em altura ou no manejo com maquinários, como empilhadeira patolada ou outras, uma forma de promover a cultura da prevenção de acidentes é por meio de treinamentos.

Além disso, recomenda-se a divulgação de dados estatísticos sobre acidentes de trabalho e orientações práticas diariamente.

6. Conte com a consultoria de um técnico de segurança

Para completar as medidas e melhorar as condições de segurança nos canteiros de obras, a contratação de empresas de engenharia voltadas para a questão de auxiliar na adaptação das medidas ao local e fiscalização.

O técnico encarregado deve supervisionar as condições no canteiro de obras, a utilização de EPIs, o controle adequado das máquinas, entre outras questões relevantes.

Além disso, deve responsabilizar-se pelas manutenções e inspeções regulares no local, interferindo para diminuir riscos.

Por meio da revisão periódica da efetividade das medidas se segurança, também é possível adaptar as estratégias para alcançar melhores resultados, já que construções e reformas diferentes têm também necessidades distintas.

O planejamento de segurança nas obras deve ser a base de qualquer projeto de construção. Isso, porque é de extrema importância não só para evitar acidentes, mas também para melhor a produtividade e otimizar as tarefas e espaços.